Análise de Sistemas Análise de Sistemas

r/Brasil

A casa dos brasileiros no Reddit. Leia as regras e participe de nossa comunidade! The Brazilian community on Reddit. Feel free to post in English or Portuguese!
[link]

Vale a pena investir na área de TI, computação, análise de sistemas?

Olá, gente
Vale a pena investir na carreira de TI, Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou computação? Aqui na minha cidade tem o rumor de que essas áreas pagam muito bem, além de oferecer oportunidade de trabalhar fora (da cidade e do país) e é possível ganhar o mesmo que um médico trabalhando muito menos. Não moro em uma cidade grande e nem muito pequena, algo mais pra um centro regional...
Alguém que trabalha na área pode me falar mais um pouco sobre ela? Qual a rotina, média salarial, o mercado como está e qual a previsão...
Grato desde já
submitted by Yslanzadi to brasil [link] [comments]

Para ser sincero, tens que ter um QI muito alto para compreender Modelação e Análise de Sistemas (MEADS)

Para ser sincero, tens que ter um QI muito alto para compreender Modelação e Análise de Sistemas (MEADS). A relevância é extremamente subtil e sem uma compreensão sólida de modelação, a maioria da matéria passa ao lado do espectador comum. Também há o ponto de vista analista do Ilídio Oliveira, que está habilmente tecido na sua caracterização - a sua filosofia pessoal baseia-se fortemente na literatura de OpenUP, por exemplo. Os bons alunos compreendem estas coisas; eles têm a capacidade intelectual para verdadeiramente apreciar a profundidade destes tópicos, para se aperceberem que eles não são apenas massudos - eles dizem algo profundo sobre A VIDA. Como consequência, as pessoas que não gostam de MEADS são verdadeiramente idiotas - claro que não vão apreciar, por exemplo, o humor na frase existencial dos analistas "check dentista problem" que por sua vez é uma referência críptica ao scrum, de Jeff Sutherland. Eu estou a sorrir neste momento, só de imaginar um desses simplórios a coçar a cabeça confuso à medida que o génio de José Rafael e Ilídio Oliveira se desenvolve nos seus computadores. Que imbecis... como eu tenho pena deles.
submitted by DarKliZerPT to pastasDeLEI [link] [comments]

Matéria do G1 - Análise de sistemas: o que faz e quanto ganha quem se forma no curso tecnológico mais procurado do Brasil

E que começe o xororô!

- esses salários são mentira
- mercado prostituido e sem união
- não tem regulamentação

https://g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/2018/12/12/analise-de-sistemas-o-que-faz-e-quanto-ganha-quem-se-forma-no-curso-tecnologico-mais-procurado-do-brasil.ghtml
submitted by valdecircarvalho to brasil [link] [comments]

Ajuda com o futuro - Análise de Sistemas

Olá Reddit Brasil,
Estou me formando no curso de Tecnólogo em Análise de Sistemas Informatizados e tenho interesse de seguir carreira nessa área. Como já era previsto estou saindo da faculdade com um conhecimento genérico da área e sem grande profundidade de conteúdo.
Estou pensando em fazer um curso de especialização em JAVA pela abrangência que o mesmo proporciona, pela quantidade de vagas que andei pesquisando necessitando deste conhecimento e simplesmente por me aprofundar em algo. Porém, quando fui pesquisar, me deparei com alguns cursos um pouco caros para meu poder aquisitivo (têm cursos de mais de 3k).
Ainda penso em me matricular em algum curso desses, mas decidi vir aqui e ver algumas sugestões primeiro.
Já conheço a Udemy e até já fiz cursos lá. Acredito que tenho disciplina para aprender online mas não sei qual a imagem dessa plataforma no mercado de trabalho da área.
Uma das coisas que assolam minha mente é a falta de confiança que tenho no que aprendi e como reagir na hora que estiver fazendo uma coisa "pra valer". Tenho medo de chegar em uma entrevista e o avaliador pedir algo e eu não saber fazer ou ficar "travado". Sei que parece uma coisa trivial mas nos últimos dias está me incomodando bastante.
Minhas dúvidas são:
1- Como está o mercado de trabalho? Vejo muitas reportagens dizendo que está com uma falta impressionante de profissionais e tudo mais, mas qual a verdade? O que alguém que trabalha na área tem a dizer?
2- Qual a importância/peso que os cursos têm na hora da contratação? Sendo eles presenciais ou online.

Basicamente é isso. Muito abrigado pela atenção e tempo de quem se deu o trabalho de ler o "textão" e estou aberto à dicas, sugestões e críticas construtivas.
PS: Sou do Rio de Janeiro/RJ
submitted by XKMetralha to brasil [link] [comments]

Decisão meio difícil: concurso ou faculdade? (+ Análise de Sistemas é ruim?)

Coleguinhas, a vida adulta tá batendo na minha porta. Completei meu ensino médio (médio + técnico) agora em julho, e tava estudando tranquilo para o Enem, pensando em seguir na área que fiz o técnico (info).
A meta era fazer Eng. de Software na federal aqui do estado, e o curso é integral. No meio desse percurso, saiu um edital de concurso pra prefeitura da cidade com 05 vagas pra técnico em informática, 1600 maias de salário e 30h por semana. Se eu conseguisse passar nesse concurso, o único curso na área de T.I que poderia fazer seria Análise de Sistemas. Cês acham que vale a pena fazer esse desvio (eufemismo de sacrifício) na carreira pra entrar nesse trampo? Não dependo dessa grana pra viver, mas também não tenho money sobrando, queria ajudar em casa e ter um pouco de independência financeira. Faz muita diferença ser graduado em Análise em vez de Eng. de Software?
Aguardo pelos conselhos de vocês, porque do jeito que o Brasil parece estar indo pro buraco todos os dias a melhor coisa a se fazer parece vazar daqui, e nisso ter a grana todo mês me ajudaria a fazer uma reserva pra poder dar tchau pro braza quando terminar a facul.
submitted by sr_crowley to brasil [link] [comments]

Análise de sistema da Odebrecht indica R$ 1,4 mi a campanhas de Maia e seu pai

Análise de sistema da Odebrecht indica R$ 1,4 mi a campanhas de Maia e seu pai submitted by BrasaEnviesado to BrasildoB [link] [comments]

Análise de sistema da Odebrecht indica R$ 1,4 mi a campanhas de Rodrigo Maia e seu pai

Análise de sistema da Odebrecht indica R$ 1,4 mi a campanhas de Rodrigo Maia e seu pai submitted by williambotter to brasilnoticias [link] [comments]

Designer gráfico ou análise de sistemas?

Boa noite, Brasil.
Bem simples e direto ao ponto: aos insiders das respectivas areas, como está o mercado de trabalho? A crise fudeu muito? Média do salário assim que se formar e também o que seria legal ter de conhecimento prévio antes de adentrar o curso.
Agradeço desde já, cruzarei informações daqui com o resto da internet, se quiserem deixar artigos aceito também de braços abertos.
submitted by sr_pimposo to brasil [link] [comments]

Estágio em análise de sistemas

Boa tarde, amigos Estou precisando de um estágio nessa área ou em alguma área semelhante de T.I Vocês que conseguiram estágio nessa área ou em algo semelhante poderiam me aconselhar de como procurar processo seletivo ou vaga? Obrigado desde já
submitted by StupidArmy7 to brasil [link] [comments]

Autodidata em Análise de sistemas.

Caros redditors, Preciso da ajuda de vocês para me recomendarem livros, apostilas e cursos na área de análise de sistemas. Estou fazendo uma Ead no curso, que não serve pra quase nada só pra ter o diploma. Mas eu quero realmente aprender alguma coisa, o que está bem difícil nesse curso de qualidade questionável. Como a área de TI é lotada de autodidatas, e eu me dou muito bem estudando sozinho, preciso apenas da ajuda de vocês pra selecionar um bom material.
submitted by lowskyscraperIII to brasil [link] [comments]

Ciência da computação, análise de sistemas ou o que?

Título diz tudo, quero fazer faculdade de programação, preferencialmente na universidade Federal do Paraná, entrar não é o problema, mas sim qual curso escolher? De extra gostaria de saber se alguém tem dicas de como começar a aprender programação autodidata.
submitted by paulora2405 to brasil [link] [comments]

Devo fazer ciência da computação ou análise e desenvolvimento de sistemas?

Ola meu povo, sou formado em direito em uma faculdade aqui de SP. Já postei sobre isso aqui antes.
Desde então decidi mudar pra área de tecnologia e desenvolvimento de software. Comecei a aprender a programar em Python novembro do ano passado e estou gostando bastante da área. Decidi fazer um novo curso pra tentar começar minha vida de novo.
No entanto não sei se devo fazer análise de sistemas ou ciência da computação. Já ouvi alguns podcasts sobre o tema é dizem que análise de sistemas e mais curto e mais focado no mercado de trabalho.
Gostaria da opinião de vocês (e que me indicassem bons cursos na área)
submitted by F2n3x to brasil [link] [comments]

Me formei num tecnólogo. O que acontece se eu fizer um mestrado?

Olá,
Por questões pessoais acabei não conseguindo concluir um curso bacharelado, então me formei em Análise de Sistemas (um tecnólogo) numa federal do sul. O curso até que não foi tão ruim quanto poderia ter sido. Eu extrai ao máximo tudo que eu podia dele e cheguei até a fazer disciplinas de outros cursos, como Ciência da Computação, para preencher alguns gaps. Fiz iniciação científica também, por mais de um ano, o que me rendeu um prêmio pela minha pesquisa (algo não muito difícil pra ser sincero, mas já é alguma coisa). Ainda na graduação consegui contribuir (de forma singela, é verdade) com o Debian, que deve ser o maior projeto de software livre do mundo.
O que eu quero dizer com tudo isso é que sempre fui dedicado as coisas que estudo e ao meu trabalho e, recentemente, soube que para a imigração japonesa, por exemplo, só é possível imigrar com um bacharelado (não sei até onde isso é real). Já no Express Entry, programa de imigração canadense, um bacharelado dá mais pontos que um curso de 3 anos. Mas no caso desse último especificamente, eles pedem para você preencher a graduação de mais alto nível que você possui. Sendo assim, depois de uma longa contextualização, eu gostaria de perguntar:
O que acontece se eu fizer um mestrado (stricto sensu) no Brasil? Isso é perfeitamente possível e até confirmei que preencho os requisitos de várias universidades públicas brasileiras. Mas como os outros países entenderiam essa situação ? Alguém já fez algo parecido?
Tenho bastante receio que a modalidade da minha graduação seja um impeditivo para que eu alcance alguns objetivos, ainda que eu tenha dado o melhor melhor até aqui. Hoje não tenho como fazer um bacharelado, se não certamente o faria, mas consigo ingressar num mestrado.
Resumindo então, minha dúvida é: como alguns países entendem o fato de existir um brasileiro com uma graduação de 3 anos, que não é um bacharelado, e tem mestrado ?
Aproveitando o tópico: eu não tenho como objetivo claro sair do país ainda, só citei Japão e Canadá por serem os exemplos que tenho algum conhecimento (muito raso) sobre processo imigratório, e também os que eu mais gostaria de morar. Mas vocês acham que, ainda que eu receba uma oferta de uma empresa estrangeira, eu poderia ser impedido só por ter um tecnólogo? Pela pesquisa que eu fiz nesse sub isso não parece acontecer, mas achei que seria bom perguntar de qualquer forma.
Enfim, acho que é isso. Me desculpem se a pergunta ficou meio vaga, eu tentei apresentar o maior número de detalhes possível mas se sentirem que faltou algo, por favor, me perguntem.
Muito obrigado por toda a ajuda e parabéns pela implementação desse sub, está sendo bastante útil. Valeu mesmo.
submitted by galakx to foradecasa [link] [comments]

Eu só quero poder comprar o Notebook pra mim

Eu, meu irmão e minha irmã usamos o mesmo notebook. Nossa mãe queria comprar outro para nós, ela tinha ganhado uma grana extra e disse que cada um poderia contribuir de alguma forma. Eu e meus irmãos decidimos (eles decidiram) que não era necessário ter outro notebook. Eu discordo pq eu preciso, faço Análise de sistemas e tô num projeto como Analista de banco de dados junto com dois amigos meu, mas nada remunerado pq nosso projeto ainda tá iniciando. Eu tô a dois dias atrasado nos meus projetos pq meu irmão tá fazendo o TCC dele e minha irmã, que já trabalha de home office, mas tá de férias, resolveu usar o notebook pra fazer consulta em planilha pra namorada dela. Ela quase apaga todos os arquivos do notebook tentando restaurar o pc. Eu só tô puto mesmo. Quero muito que esse projeto comece a render uma grana, pq eu quero comprar um PC só pra mim. Pq senão vai ser toda vez atraso em entrega.
submitted by aelmon to desabafos [link] [comments]

Desenvolvimento de jogos eletrônicos do Brasil? (pergunta a programadores ou game devs.)

Amigos, em dezembro vou me formar em Análise de Sistemas. Hoje, faltando seis meses para minha formação, percebi que banco de dados e programação web é um negócio chato pra caralho na minha opinião. Não é que eu odeie ou não goste, na verdade eu GOSTO. Só que eu não me satisfaço usando meu esforço pra ligar algumas funções ao banco de dados, ou alterar o tamanho duma letra, ou sei lá... qualquer coisa minuciosa desse tipo. Se eu estivesse trabalhando em algum projeto ambicioso e novo, tipo um Uber da vida eu pode até ficar feliz, sabe? É algo novo. Mas provavelmente vou estar trabalhando com algo repetido, como ajeitando algo em algum site, ou sei lá.
Enfim, esses dias eu estava brincando com o Unity, fiz um joguinho tipo Flappy Bird, só que em 3D. E cara, era sim algo copiado, não-novo, porém, todo meu esforço de entender como caralhos eu faria pra limitar a velocidade de queda do objeto foi muito mais gratificante do que quando me esforcei pra entender porque o botão estava ocupando todo o painel no Java (linguagem gostosa).
Enfim amigos, dada a longa história, vem as perguntas que poderiam ter sido feitas desde o início e assim, poupado tempo de vocês: É difícil conseguir um emprego na área? Que tipo de especialização/curso extra eu poderia fazer para me dar bem no mercado? Consigo algum emprego com minha formação atual? (análise e dev. de sistemas)? Desenvolvimento de jogos eletrônicos no Brasil, paga bem?
Obrigado.
p.s.: Não vou abandonar minha formação nem parar de programar regularmente, amo lógica e programação. Também tenho certeza que vou trabalhar no mínimo um ano como programador regularmente, depois quando estiver mais seguro e estável, irei trabalhar como prog. de jogos.
submitted by castrovini to brasilivre [link] [comments]

Acho que preciso de ajuda

Não sei bem como desabafar, nunca fiz isso antes, acho que vou tentar jogar esses pensamentos embaralhados aqui, por favor perdoem se o português deixar a desejar. Tenho 22 anos, sempre negligenciei meus estudos, meu histórico escolar é uma piada, quando acabei o ensino médio não passei em nenhum vestibular, então meu pai perguntou se eu queria uma faculdade particular à distância. Do jeito dele, ele sempre deu o melhor por mim, apesar das inúmeras decepções, então aceitei o curso, mas, de novo, empurrei-o tanto com a barriga que não aprendi nada durante os 3 anos, sequer quis ir na cerimônia pegar o "diploma". Arrumei um emprego em uma eletrônica qualquer. Era puxado, meu chefe me humilhava, atendia clientes irritados todos os dias, mas eu aguentava, não queria que meu pai voltasse para casa e visse só um marmanjo barbado no sofá. Já tinha decepcionado ele demais. Contudo, no final do ano passado eu piorei. Do nada, percebi que a humilhação estava doendo mais, a paciência estava menor para os clientes, as lágrimas antes de dormir estavam fazendo minha cabeça doer cada vez mais forte. Foi então que o primeiro pensamento veio. "Se eu só quero parar de decepcionar, é mais fácil simplesmente não estar mais aqui" Por volta de agosto do ano passado, meu pai e minha irmã me pegaram tentando me enforcar no quarto, bastava apenas empurrar a cadeira.
O terror no rosto deles ainda me dá pesadelos.
Meu pai pediu para que eu tentasse melhorar, conversar com ele, mesmo que estivesse recusando os psicólogos e remédios. Aceitei e mesmo largando o emprego, fui me arrastando pelos cantos da casa nesses últimos meses. No mês passado, enquanto ficava pulando vídeos do youtube de pessoas morando fora, acabei achando um canal de um professor de japonês, ele dá várias aulas de graça nesse canal com o intuito de divulgar a escola online de japonês que fundou. Assistindo aqueles vídeos, lembrei das minhas paixões da adolescência, animes, mangás, cultura e história japonesa. Então pela primeira vez em meses, senti vontade de levantar da cama, limpar o quarto para achar caderno e caneta, e estudar um pouco. Realmente a didática daquele professor é excelente, consegui aprender o Hiragana, Katakana, formar pequenas frases usando esses sistemas, foi maravilhoso. Então, com minha arrogância e egocentrismo, pedi mais uma chance pro meu pai, pedi para que ele pagasse o curso para mim, mesmo já estando sustentando um cara sem a menor perspectiva de futuro. Há 1 mês estou estudando japonês todos os dias, vejo pequenos resultados e me empolgo cada vez mais. Por estar estudando algo, criei confiança de sair do quarto e encarar meu pai, mesmo sabendo que é ele quem está pagando. Nesse mês, consegui ficar bem, não pensava em nada mais a não ser querer ser fluente em um idioma tão diferente um dia. Contudo, hoje tive uma aula de conversação ao vivo, é óbvio que não esperava conseguir entender muita coisa, menos ainda falar, o fracasso nisso não me abalou. Mas o professor o professor perguntou para os alunos quais os planos que eles tinham para o futuro, depois que aprendessem a língua. Não esperava por aquilo, nesse mês eu simplesmente não pensei mais no futuro, só na animação que sentia com os pequenos resultados dos estudos. Tinham alunos dizendo que tentariam bolsas para estudar no Japão, alguns queriam para graduação, outros para mestrado, outro estava nos seus 16 anos e aprendendo sua terceira língua, vislumbrando um belo futuro pela frente. Aquilo me destruiu, não conseguia pensar em nada, meu peito apertou, esqueci como se respirava, "desliguei" a aula e comecei a chorar, tentando puxar ar pela boca, tudo tomando cuidado com o barulho para não alertar o pai, não quero que me veja assim. De novo, minhas incertezas voltaram. No passado, estraguei meu futuro, negligenciei meus estudos, meu histórico escolar não vale a tinta da impressão, meu "diploma" empurrado com a barriga deve estar perdido lá na universidade. Não tenho chances e tampouco capacidade para conseguir uma bolsa e ir estudar no Japão. Não aprendi nada naquele curso superior de Análise de Sistemas, só percebi o óbvio lá, que não tenho talento para programação. Então o que eu estou fazendo aqui? Brincando de aprender uma nova língua? Quero me exibir dizendo que assisto animes sem legenda, é sério? Por mais que esteja me divertindo pela primeira vez estudando algo, não consigo ver um futuro nisso. Estou perdido, ansioso, atordoado. Nas últimas horas tenho lutados com a volta de alguns pensamentos, mas não quero que meu pai saiba, não quero que ele descubra que ainda tenho uma corda no guarda-roupas, não quero ver ele tentando esconder aquela expressão de terror de novo. Então me lembrei daqui, onde ficava lendo há um tempo, sem falar nada. Sinceramente, só de jogar todos esses pensamentos aqui as lágrimas diminuíram e comecei a respirar normalmente, mas ainda estou com medo de como vai ser quando ir me deitar ou amanhã. Só não sei o que fazer. Não quero decepcionar ele mais uma vez, não quero desperdiçar essa última chance que ele me confiou. Mesmo que ainda esteja no começo, estou gostando tanto de aprender uma língua nova, mas não sei o que vai acontecer quando eu terminar o curso. Percebi que ainda é tudo muito incerto e assustador. Mil perdões pelo tamanho do texto e os erros de português, só saí jogando os pensamentos bagunçados. Obrigado por ter tirado um tempo para ler esse choro, mesmo que pareça sem sentido.
submitted by JoseGCarlosP to desabafos [link] [comments]

Me sinto um grande fracassado na vida profissional

Sempre fui bastante infeliz na minha carreira como um todo.
Estágios administrativos de 2011~2014 Breve avião 2014 Prof de ingles 2015~2016
Análise de Sistemas 2016~2018
"Trader" 2018...

Me sinto um flop gigantesco na vida, tipo GIGANTESCO mesmo, não consigo me enxergar seguindo carreiras corporativas, que é meu perfil. Sempre via meus gestores e odiava eles, não queria ser desses engravatados escrotos, e realmente eu nunca pertenci a esse mundo.
Me sinto desesperado na vida profissional, um flop atras do outro. E essa quarentena me faz sentir pior.
Meu sonho é poder ser nomade digital e viver sem muitas amarras, mas já vi que eu sonho alto demais e vou ser um mero playboy fracassado.
submitted by toploser2020 to desabafos [link] [comments]

Estudar para medicina

Vale a pena mudar de carreira/profissão? Tenho 26 anos, quase 27, e acho que ainda dá tempo de me esforçar e passar no vestibular de medicina. Já sou formado em análise de sistemas em faculdade pública, e acabei uma especialização recentemente, mas eu não gosto muito do que faço e sinto que isso não vai mudar, pelo menos com medicina talvez eu tenha mais contato com gente, enjoei de ficar olhando códigos o dia inteiro. Alguém se identifica e tem alguma experiência com isso? Grato desde já.
submitted by RobbingWilliams to brasil [link] [comments]

Redditors que mudaram de estado pra estudar: valeu a pena?

Saindo do ensino médio em um estado com poucas opções tratando-se de universidades, tava afim de seguir no rumo da TI. Mas na federal aqui só tem sistemas de informação e alguns nas particulares (análise de sistemas, tecnólogos em redes, etc). A mais acessível em outro estado tem Ciência da Computação, mas não sei se vale a pena todo o transtorno.
submitted by fsmith1010 to brasil [link] [comments]

Nunca imaginei que viria escrever algo aqui mas dessa vez, cheguei no meu limite...

Então, desde ja começo pedindo desculpas pelos palavrões e pela forma que vou escrever, provavelmente com muitos erros de português pois escrevo isso com muito ódio e muita tristeza em mim...
Assim, sei que vou ser julgado aqui, mas antes que me julguem, deixa que eu faço o trabalho pra vocês, vai ser mais fácil: Eu sou literalmente UM BOSTA inutil. Eu tenho 29 anos e estou pra completar 30 esse ano, estou numa fase terrivel no qual eu não consigo um emprego tem mais de 7 anos, o último emprego que eu tive foi um "estágio" no qual fui tratado por quem me contratou da forma mais escrota possível.
O que eu mais desejo na minha vida era poder sair da casa de meus pais mas, infelizmente, meu fracasso é tão grande, mas tão grande que eu ja não sei mais o que fazer. Sou formado em Publicidade e propaganda em bsb e no meu ultimo ano de faculdade, basicamente, todas as agencias fecharam pois só existiam escritórios aqui para fazer licitação pq a legislação obriga. Pedi, basicamente, de joelhos a uma "amiga" influente daqui pra me ajudar e nada aconteceu. Mandei meu CV pra ela e eu acredito que ela simplesmente cagou pra mim.
Tentei fazer bico de Uber ano passado porém eu achei aquilo tamanha humilhação no qual não dei conta é basicamente um trabalho escravo e a população faz seu carro de lata de lixo. Se eu consegui fazer 100 reais liquido foi muito! Resultado: Fudi (no sentido de desgaste, depreciação mesmo, nada sério) com o carro que por sinal era de minha mãe, minha mãe não podia saber na época pois tinha tido um AVC e hoje quem acabou cuidando dela sou eu (não tenho do que reclamar disso, mas eu ja não tenho tempo pra mim, pra fazer as pouquissimas coisas que eu gosto pois tbm tenho uma namorada no qual me consome demais, mas não venho aqui reclamar dela.).
Muitas das responsabilidades de casa ficaram sobre minhas costas ja que antes minha mãe fazia tudo aqui em casa. Eu tenho um irmão porém ele trabalha loucamente e é extremamente na dele. Ficaria extremamente feliz se ele ajudasse mais dentro de casa, mas a única pessoa que ele ajuda é a namorada dele que ele trouxe da pqp pra morar aqui e ela ja não ajuda muito aqui em casa e acabou que tirou boa parte de minha privacidade.
Dado um pouco de contexto venho aqui mostrar o porque que eu sou um bosta: Nada adianta você tentar agradar todo mundo que todo mundo pisa em ti. Tentei seguir na carreira de fotografia porém me fudi, sou realmente muito bom mas depois de um certo tempo percebi que não tem como competir com o povo do ramo pois eles fazem questão de te FUDER de verde e amarelo OU quem procura um trabalho de fotografia sempre vai ter um sobrinho pra fazer. Tentei juntar minha formação com a fotografia e também deu errado, apliquei mais de 10 fucking vezes a um dos studios que fazia trabalhos para Caixa, BB e etc, o filha da puta me chamava só pra trocar uma idéia sobre equipamentos e me dispensava. Desisti de tudo e tentei seguir carreira na aviação, coisa básica mesmo, atendimento ao cliente, recepção o que esses agentes de aeroporto fazem, porém, não sei porque, ja tentei mandar currículo escrito que eu tinha ensino médio completo, ensino superior completo, mas, com apenas 3 porras de cias aéreas nessa merda de país fica foda de conseguir uma bosta de emprego, as vezes parto do pressuposto que alguém com ensino superior não vai aceitar o salario que eles oferecem, mas né, pra quem não ganha bosta nenhuma e é sustentado pelos pais, o melhor a se fazer é ganhar 500 conto pra trabalhar meio periodo, sei lá... Mandado cv pras cias e NADA, nenhuma posição. OU seja, em algum momento da minha vida eu fiz uma cagada absurda que não consigo mais porra nenhuma, saca? É uma frustração do qual não tem tamanho.
Eu sei que tem uma galera numa situação muito pior, uma situação muito escrota mesmo... Eu frequentei o Centro internacional de Reabilitação Sarah Kubitcheck acompanhando minha mãe, não reclamo da minha situação quando eu vejo a galera lá toda lascada... O que eu acho foda, pra mim, é que eu não consigo crescer na minha vida! Eu to pra perder outra namorada porque eu não consigo sair de casa, porque não consigo ajuda-la a pagar as contas dela e até mesmo as minhas!
É uma frustração enorme no qual a única saída que eu vejo é o suicidio mas o bosta aqui nem isso consegue fazer! Ja tentei ligar pro CVV e o que eu sempre recebi era uma ligação caindo do nada ou nunca sendo atendido. Ja tentei 3x, na 3a eu fui internado em uma clinica psiquiatrica (2014). Eu não sou de bsb sou do rio, deixamos tudo para trás, perdi todos os meus amigos, fiquei doente, tentei fazer novas amizades aqui mas pelo visto em bsb ninguém quer ser seu amigo se você é sustentado pelos pais ou não é funcionário público.
Eu tento conversar com meus pais sobre isso, sobre as minhas frustrações e eles acham que é babaquice da minha parte porque eles acham que é o objeto de desejo que causa minhas frustrações e não o "big picture". Eu explico: por exemplo, preciso de dinheiro para comprar algo, seja o que for. Eu ODEIO pedir aos meus pais isso logo eu fico frustrado por conta de não conseguir tal coisa... Aí meu pai fica emputecido por achar que se ele me der tal coisa tudo vai voltar a ser o mar de rosas. Eles não entendem que não é o objeto, o tangível, é o fato de eu não conseguir meios próprios para eu conseguir determinada coisa! Uma viagem, um objeto de valor, qualquer coisa... É uma merda depender deles.
É muito ruim se sentir um bosta, não poder crescer com nada, sentir que todo mundo está crescendo e você ficando pra trás. Eu nunca fui bom em estudar, não sei estudar, não passaria em nenhum concurso público, para vocês terem idéia, meu terceiro ano foi em uma escola que ninguém tava nem aí pra nada, o dono só queria o dinheiro mesmo pois reprovei o segundo ano duas vezes. Meus sonhos, todos, ja foram por agua abaixo. Ja desisti de ser pai pois ja não tenho mais condições fisicas e psicolgicas pra isso, nem financeira, né?
Tentei ao máximo tirar nacionalidade portuguesa pra tentar a vida em outro país, mas o dinheiro acabou e o ânimo também depois de ver relatos que mesmo você tendo a documentação, as pessoas nos outros países vão te ver como lixo. Eu to sem perspectiva de vida NENHUMA.
É dificil lidar com meus pais que não olham o que deveriam olhar pra mim, aceitar uma pessoa que não ajuda em casa e que tá com problemas na familia e nào fazem nada, eu não conseguir um emprego pra poder me virar, ouvir sua namorada o tempo todo falando que você precisa arrumar um emprego que ela ja tá velha e que precisa casar logo, minha mãe que não entende o quão fracassado eu sou que depois de formado (2013) em 2016 eu tentei análise de sistemas, em 2017 eu tentei nutrição e 2018 eu tentei psicologia e todos esses cursos deram errado para mim, fica forçando que eu tenho que achar um emprego, porra meu, se eu não dou certo em bosta nenhuma, vai ajudar ficar forçando isso?
Eu moro numa das piores cidades do DF com relação a fazer amizades. Sou uma pessoa que pensa MUiTO no próximo, que não gosta de incomodar, que trata bem, que respeita, mas na cidade onde eu moro é só bolsominion, é só gente estúpida fazendo estupidez, hoje eu quase fui atropelado porque o babaca entrou na contra-mão. Assim, é um lugar onde o povo só olha pro próprio nariz! Eu não nasci pra essa cidade e eu não nasci pra esse mundo. Eu espero que, daqui a alguns dias eu consiga fazer aquilo que eu mais quero pois eu não estou aguentando mais ter que dividir apartamento com gente que não gosta de mim (namorada do meu irmão), não gosto de ficar dando despezas pra meus pais, me sinto um lixo quando eu peço dinheiro a eles, um homem de 30 anos na cara pedindo dinheiro pra papai e pra mamãe? Eu so um lixo de pessoa... Sei lá.
Se você leu até aqui, cara, tu é muito foda, saiba disso. E desculpe o texto grande e bagunçado, é uma ilustração de como minha insatisfação com o mundo tá. Eu começo um assunto que vai puxando o outro nada a ver e que depois volta. Sei lá. Terapia é uma coisa que não funciona pra mim, pois desde a época que eu fui internado, ja passei por mais de 10 psicologos e nada. NADA. Hoje eu tomei uma decisão de simplesmente sumir. Apaguei todas as minhas contas em rede social com exceção da bosta do facebook que ainda tem alguns dos meus jogos conectados a ele, vou procurar trocar meus numeros também. Eu nao quero mais ser encontrado (apesar de ninguém me procurar mesmo), e simplesmente conseguir o que eu mais quero que é pular da janela do sexto andar. Pois o inutil, bosta, o escroto (como a namorada do meu irmão me chamou no TT sem eu ter feito NADA a ela e sempre oferecer as coisas a ela), o babaca aqui cansou, saca?
Desculpe pelo texto. Bom dia, galerinha. :)
submitted by kingsvell to desabafos [link] [comments]

Tô ferrado profissionalmente (TI) e preciso de conselhos.

Contexto bem resumido: Uma depressão ferrou com a minha vida legal. Abandonei o curso de Ciência da Computação quase terminado em uma federal, juntamente com um estágio em uma multinacional. Fiquei vivendo de bicos e alguns raros freelances (nada que dê para montar um portfólio) por anos. Agora estou com 28 anos, morando no interior, terminando este ano um curso de análise de sistemas em um instituto federal (só para pegar diploma). Nos últimos 2 anos voltei a tentar entrar pro mercado de trabalho porque finalmente estou 100% livre da depressão. Porém sinto desconfiança dos empregadores nas entrevistas, não consegui um emprego até agora e tem poucas oportunidades na cidade também. Ainda estou me virando com bicos. Situação complicada.
Então como tem muita gente de TI no reddit, eu achei que talvez conseguisse algum insight aqui do tipo de plano mais viável que eu devo seguir. Mudo de cidade e continuo tentando emprego ano que vem após me formar? Quais cidades/estados são bons para TI? Desisto de arrumar emprego e foco em estudar coisas novas e virar freelancer? Como eu consigo emprego como freelancer? Quais tecnologias tem mais demanda hj? Qualquer ideia é bem vinda.
Eu sou autodidata e falo inglês fluente. Acredito que programo bem apesar de precisar de experiência em engenharia de software e projetos grandes. Ia bem na faculdade, tanto em matemática quanto em programação. Consigo me virar em praticamente qualquer coisa: já fiz sites, corrigi bugs em sistemas, não sou bom em design mas consigo recriar qualquer página web que não tenha animações muito exóticas, já mexi com programação desktop (python, C, C#), já fiz engenharia reversa do protocolo de um MMORPG e programei um bot, já mexi com web scraping. Coisas bem esparsas e no geral trabalhos pequenos. Então eu não tenho nada que eu domino, que sou bom de verdade. Tô pensando em focar em desenvolvimento web, pegar um framework tipo react e aprender BEM. Node, mongo, todas essas tecnologias mais recentes. Só que eu tenho medo de investir tempo e não conseguir nenhum retorno.
Qualquer sugestão é bem vinda.
submitted by kevrgt to brasilivre [link] [comments]

Sensação horrível

Quando eu saio para lugares onde tem muita gente, eu começo a agir de modo prático e hostil. Eu fui ao mercado hoje com minha mãe, e lá tinha muita gente, mas muita mesmo. Era promoção, e como aqui é cidade grande, então já sabe...
Fomos em 2 mercados diferentes, e nos dois estava assim. No início, eu até estava normal, mas aí foi passando o tempo, e eu tinha que passar por corredores apertados, lá cheio de pessoas repulsivas e uma barulheira... Minha vontade era de matar todo mundo, atacar a todos como um cachorro louco.
Quando me sinto desconfortável, eu não sou do tipo que se afugenta e fica quieto, eu fico é o contrário. Eu me sentia como um animal selvagem lá. Observava todo mundo, sem medo, admirava as mulheres, enquanto sentia que poderia dominar a todos ali.
Eu me controlei ao máximo, queria arranjar briga com alguém, sair correndo e atropelando todos com o carrinho, xingar as pessoas e tudo mais.
Quando eu vejo tanta gente assim junta, eu sinto ódio e desprezo pelo ser humano. A vida parece tão insignificante, deste modo. Agora que cheguei em casa, parece algo tão distante aquilo. Tipo, eu fiquei nisso dos mercados das 17 às 21, praticamente. Cheguei em casa faz pouco mais de 1 hora. Eu lembro de tudo o que vi lá, das pessoas, as roupas que usavam e tudo mais. No entanto, não é como se eu tivesse vivido aquilo, e sim como se fosse um filme.
A minha vida toda eu fui uma pessoa "do bem", mas sempre tive desejos de fazer coisas consideradas más. O máximo que eu fiz foi judiar do meu primo, quando eu era menor, fazer bullying com colegas de escola durante o ensino médio e maltratar meu cachorro uns meses atrás. Eu quero fazer mais, quero matar e estuprar pessoas. Eu desejo isso, mas sei que se eu pusesse em prática acabaria sendo preso ou linchado, provavelmente.
Eu tô fazendo de tudo pra juntar uma grana, começar a atuar como MEI e me mudar de uma vez por todas pra uma cidade mais afastada e tranquila. Lá eu não teria esses desejos e nem ficaria irritado.
Eu não quero acabar como a maioria das pessoas, incluindo minha família: vivendo uma vida que os outros julgam ser a correta e seguindo preceitos ilógicos. Eu não aguento a ideia de ver as mesmas pessoas todo santo dia. Eu não quero ter apenas uma profissão ou carreira única. Eu quero fazer de tudo.
Já me formei no técnico e na faculdade, mas vejo que isso foi inútil pra mim no sentido de não ser o que eu queria fazer. Fiz dois cursos que hoje em dia não me encantam em nada (o primeiro foi química industrial; o segundo, análise de sistemas).
Hoje em dia, estou estudando música por conta própria e sou freelancer no ramo de marketing de conteúdo. O que eu quero é sair por aí e fazer de tudo. Abrir, aos poucos, empresas em diferentes nichos e aproveitar a vida. Ainda sou jovem e inexperiente. Devo passar por estresse por mais algum tempo, até me estabilizar.
Enfim, eu só precisava desabafar.
submitted by jasonvoorhees99 to desabafos [link] [comments]

O que faz um ANALISTA de SISTEMAS? - YouTube Desisti da faculdade de Análise de Sistemas? - YouTube Análise de Sistemas - Aula 1 - Conceitos Fundamentais ... Análise de Sistemas Aula 01 - YouTube Análise de Sistemas - Aula 7 - Diagrama de Classes ...

Por Análise de Sistemas entende-se a atividade inicial do processo de desenvolvimento de sistemas em que se determina e especifica o que um sistema deve fazer bem como as circunstâncias sob as quais deve operar, envolvendo geralmente um esforço colaborativo entre analistas de sistemas e utilizadores, no qual os primeiros procuram obter a partir dos segundos, num processo gradual e ... Para se tornar um analista de sistemas é interessante realizar um curso superior na área de TI, como o próprio curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas.. Apesar de ainda não ser obrigatório ter um diploma específico para atuar na área, o estudante de Análise de Sistemas terá a oportunidade de se aprofundar e conhecer melhor suas áreas de atuação, se aproximar dos ... Posts sobre Análise de Sistemas escritos por profandreagarcia. Olá turma ! O assunto de hoje é Prototipagem: Material da Aula: Prototipacao resumida A Análise de Sistemas consiste nos métodos e técnicas de investigação e especificação da solução de problemas, a partir dos requisitos levantados, para criação e implementação de software em algum meio que o suporte. Encontre materiais de estudo de Análise de Sistemas. Aprenda a matéria e mande bem nas provas!

[index] [4506] [6587] [2051] [3662] [1148] [6668] [6856] [451] [5764] [1317]

O que faz um ANALISTA de SISTEMAS? - YouTube

Análise de Sistemas - Aula 7 - Diagrama de Classes - Associações O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é o curso de Tecnologia mais procurado do Brasil segundo artigo do G1! Link do artigo: https://g1.globo.com/... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Olá pessoal, neste vídeo cito 10 motivos para fazer o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e o que são os cursos Tecnólogos. 👉 TECNOLOGIA EM VÍDEO:... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube.

http://forex-thai.jiumining.pw